20 30 Ideias
IDEIA SELECIONADA
Projeto TASSE - E6G Nome do/a Técnico/a Solange Antónia Carlos de Medina Nome do/a Responsável Palmira Gomes da Silva PARTICIPANTES Nelba Maria Bento Inglês Isabel Diana Medina Robalo Nádia Marilyn Moreira Helena Sheomarah Vaz Inglês Nadja Lisandra Guerra Dias dos Santos Nérika Eduarda Lopes do Amaral Joaria Maqui Cabral Moreira

PLANO B

Eixo de Intervenção a que se candidata Eixo I - Muda-te Qual será o local de implementação da ideia? Esta ideia será, numa primeira fase, implementada no bairro Quinta da Fonte da Prata, Alhos Vedros. Numa fase posterior, poderá ser alargada ao concelho da Moita. Qual é a área de atividade em que a ideia se insere? Esta ideia insere-se na área de atividade de Serviços ao Domicílio. O que é a Ideia? A nossa ideia principal é prestar um serviço personalizado de apoio ao domicílio a pessoas que estão dependentes a nível físico e/ou que não tenham meios/tempo para se deslocarem aos serviços que não existem no nosso bairro. As nossas tarifas tem um carácter social, devido ao baixo nível sócio-económico da população. A longo prazo, pretendemos inserir elementos da comunidade na prestação destes serviços. A quem se dirige a Ideia? Os serviços são destinados aos habitantes do bairro e, posteriormente, serão alargados aos habitantes do concelho, que cumpram os requisitos supracitados . Que Problema visa resolver? O principal problema reside no facto de existirem habitantes do bairro que não possuem meios para a satisfação de algumas necessidades básicas, ao mesmo tempo não existe uma rede no bairro que dê resposta as necessidades. A rede de transportes que serve o bairro é deficitária e cara. Há muitos idosos que vivem sozinhos, sem apoio familiar. Que mudanças visa promover com a implementação da ideia? 1- Melhorar a qualidade de vida de pessoas isoladas e/ou com dificuldades de mobilidade; 2 - Proporcionar a satisfação das necessidades diárias, sem causar grande encargo financeiro; 3- Criar, a médio prazo, postos de trabalho para membros da comunidade. Que recursos serão necessários para por a Ideia em prática? Humanos - a equipa, voluntários e posteriormente membros da comunidade. Materiais - veículo, computador, internet, telemóvel da equipa, equipamentos de limpeza, equipamentos de saúde (medidor de pressão arterial, medidor de glicémia capilar, caixas de medicação). Logísticos - Espaço de reunião e de trabalho. Que parceiros serão envolvidas na implementação da Ideia? 1 - Parceiros atuais: Fundação Santa Rafaela Maria (projetos TASSE, PAF e SIM) 2 - Parcerias a mobilizar: Centros de Saúde do Concelho, Farmácias, Guarda Nacional Republicana, CLDS. Qual o papel e contributo dos parceiros na implementação da Ideia? FSRM - apoio com veículo; disponibilização das suas instalações, apoio na impressão de material, comunicações, luz e água, priorização no atendimento de pessoas encaminhadas para os vários serviços, apoio na divulgação; Centro de Saúde - Articulação para encaminhamentos necessários; Farmácias - eventual colaboração através do programa "Farmácia Solidária"; GNR - para a realização de ações de sensibilização à população; CLDS - encaminhamento de situações de dificuldades soció-económica. De que forma a ideia se distingue de outras ideias já existentes? Serviços personalizados e diversificados: Monitorização do estado de saúde; Limpezas; Entrega de bens essenciais e medicamentos ao domicílio; Encaminhamento e Aconselhamento; Costura e pequenos arranjos. Face aos problemas detetados, este serviço surge como uma necessidade e não existe outro semelhante neste contexto. Distingue-se de outros porque proporciona apoio personalizado ajustado às pessoas, mesmo que possam não estar referenciadas aos serviços de apoio social, a baixo custo. Como é que a ideia irá continuar em funcionamento após o término do financiamento MUNDAR? Numa fase inicial, as receitas angariadas serão totalmente reinvestidas na continuidade do projeto. Posteriormente, fixar-se-á um modo de pagamento às colaboradoras que implique que uma percentagem das receitas seja reinvestida. Procurar-se-á, igualmente, dinamizar uma estratégia de marketing que permita mobilizar possíveis donativos de empresas e particulares. De que forma será agendada a implementação da ideia? Com a criação de um Cronograma, com as seguintes fases: -Organização do serviço - até ao final do mês de janeiro de 2017; - Aquisição de material de apoio/produção de materiais de divulgação/divulgação através de contactos pessoais/formalização de novas parcerias - janeiro a março de 2017; - Apresentação do serviço à comunidade - março 2017; Início da prestação de serviços - março de 2017; Formações específicas - ao longo do projeto. De que forma será divulgada a ideia? Vai ser divulgada através de um evento de apresentação, contactos pessoais, distribuição de panfletos, criação de um site e redes sociais.

Apoie esta ideia: CONTACTAR
Despesas Materiais de limpeza 200 Equipamentos de cuidados de saúde 200 Telemóvel e plano de pagamentos (1 telemóvel + 15€/mês*7 meses) 165 Deslocações (70€/mês*8 meses) 560 Formação (costura, higiene e segurança, cuidados personalizados) 1 000 Água (5€/mês*9 meses) 45 Luz (10€/mês*9 meses) 90 Internet (10€/mês*9 meses) 90 Material de escritório (15€/mês*9 meses) 135 Impressões (15€/mês*4 meses) 60 Aconselhamento para legalização do serviço 200 Utilização de espaço (5€/mês*9 meses) 45 Despesas iniciais associadas à legalização do serviço 100
Solicitado ao Mundar 2225 Apoios Locais Assegurados 665 Verba por Angariar -1650 Orçamento Global do Projecto (1+2+3) 2500
Outros Elementos
outros elementos do grupo outros elementos do grupo outros elementos do grupo outros elementos do grupo outros elementos do grupo outros elementos do grupo outros elementos do grupo outros elementos do grupo Fonte da Prata Fonte da Prata